Federação Brasileira de Administradores Hospitalares

Artigos

AtualizaÇÂo de cadastro

Mantenha o seu cadastro atualizado – É muito importante.

Atualizar

ARTIGOS

Publicado em 09/07/08

Escreve Bem

A comunidade é um dos instrumentos indispensáveis à atividade profissional e pessoal do administrador hospitalar. Quem não se comunica se trumbica, dizia Abelardo Chacrinha Barbosa, o cérebro "Chacrinha", cognominado de "o rei da comunicação de massa". A comumicação se extenoriza através de diversas formas, tais como a escrita, a fala, os gestos, etc. A escrita é um meio de comunicação mais difícil porque pode ser apreciada até de forma permanente por qualquer pessoa. Mas é também o meio mais eficaz pois pode ter vida muito longo. Há escritos que atravessam milênios. Já diziam os antigos: verbo volant-scripta manent. As palavras voam, os escritos permanecem. Para que a escrita tenha condições para atingir seus objetivos, entre os quais os de informar e formar, deve ostentar algumas características básicas. Que seja clara, concisa, precisa, correta, completa e coloquial. O Administrador hospitalar líder ao escrever, necessita observar algumas regras indispensáveis. Pesquise bem o assunto que quer desenvolver. Para isto, pode consultar livros e artigos de revista e jornais. Faça um rascunho de toda a matéria que quer divulgar. Do rascunha poderá abstrair as idéias para colocá-las em seqüência lógica. Redija, em seguida, o artigo ou a comunicação tantas vezes quantas forem necessárias até se considerar inteiramente satisfeito. Lembre-se: escrever se aprende escrevendo. Peça para alguém revise seu texto. Se o Administrador Hospitalar líder não tiver absoluta certeza de que está escrevendo de forma correta, não deve publicar o trabalho. Entregue o texto para alguém mais preparado que o revise e, se necessário, que o reescreva. Lembre-se: os discursos de quem não tem tempo ou preparação para redigí-los, são preparados por profissionais contratados. Utilize, ao menos, os corretores gramaticais encontrados nos processadores de textos. Não dê divulgação a nenhuma mensagem que por acaso contenha algum erro idiomático. Sua reputação será muito arranhada. Não utilize expressões desnecessárias e palavras rebuscadas. O objetivo da comunicação escrita é atingir as pessoas da forma mais fácil, simples e eficaz. A ostentação deprecia quem a pratica. Cite frases que provoquem impacto, desde que muito bem aplicadas e citando sempre o autor. Não repita a mesma palavra mais de uma vez na mesma frase. Se necessário procure um sinônimo. Evite utilizar palavras que provocam cacofonia, pois assenta muito mal. As frases não deveriam ter mais do que duas ou três linhas. Expressões muito longas, além de cansarem o leitor, fazem-no perder com facilidade seu sentido. Administrador Hospitalar Líder. Escreve e muito. Há uma necessidade imperiosa da divulgação da nossa profissão, das nossas atividades e das conquistas que amealhamos. A escrita se multiplica com facilidade para benefício de todos.

Niversindo Antonio Cherubin
Presidente Honorário Vitalício
Federação Brasileira de Administradores Hospitalares

.

Parceiros

  • UBM
FBAH - Federação Brasileira de Administradores Hospitalares

Rua Vergueiro 2087 – Conjunto 1208
Vila Mariana - São Paulo - SP - CEP: 04101-000
Tel.: 11 5539-0048

® 2017 - FBAH - Federação Brasileira de Administradores Hospitalares.
Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Deep Ocean Design Studio